#quer ir rápido
vai sozinho
quer ir longe
vai acompanhado

Mas afinal de contas...
Como Estudar?

Aprendendo a Estudar...

Olá pessoal, 

após um tempo dedicado as minhas aulas online, volto para concluir o terceiro pilar do estudante de sucesso, o MÉTODO.

Pra quem ainda não leu os posts anteriores é só acessar meu site www.coachguilhermeribeiro.com.br 

Como eu havia comentado, o Método que considero mais eficiente possível para aprender e memorizar as informações que precisamos no dia da prova pode ser resumido em 4 passos:

1 - Fonte

2 - Ferramenta

3 - Revisão

4 - Exercícios/Simulados

Vamos detalhar cada um deles:

1 - FONTE

Como diz o velho ditado: Ninguém nasce sabendo.

E por isso, precisamos buscar o conhecimento em algum lugar, alguma fonte de informações.

Pode ser em vídeo aulas, aulas presenciais, material impresso, digital, leis, blogs, exercícios, sites de questões, aplicativos no celular etc.

Existem várias formas de se adquirir uma informação. Porém, há vários mitos nesta etapa que você precisa saber...

Muitas pessoas acham que existe uma "receita" ou uma "fórmula" ideal para aprendermos as coisas.

E sobre isso, você precisa saber apenas de uma coisa:

Respeite o PRINCÍPIO DA FUNCIONALIDADE.

Basicamente ele quer dizer o seguinte: 
Se determinado jeito de estudar e aprender funciona com você, aplique. Se não funciona, descarte.

Algumas pessoas gostam de estudar em silêncio absoluto, outras não se importam com barulho, inclusive estudam ouvindo música. Algumas adoram ler artigos na internet, enquanto outras preferem assistir aulas online. Algumas preferem estudar durante o dia, enquanto outras se concentram melhor a noite. E por aí vai...

Todas essas pessoas estão estudando da maneira correta, desde que estejam respeitando a sua FUNCIONALIDADE. 

Basicamente é isso, busque as informações e observe se a maneira com que você está aprendendo funciona bem com você. Seja crítico a partir de agora! Questione-se a respeito de sua fonte. Pois, se ela não estiver funcionando, procure outra.

2- FERRAMENTA

A grande maioria das pessoas se contentam com a FONTE no processo de aprendizado.

Elas pensam o seguinte:
"Eu já entendi a matéria, então eu posso ir para o próximo tema"

Porém, este é um grande erro. ADQUIRIR uma informação é totalmente diferente de RETER em sua memoria esta informação.

Você precisa transformar tudo que é relevante (ou seja, o que é cobrado em sua prova), em FERRAMENTAS que viabilizem uma revisão posterior. 

Para isso, criei os Cartões Mágicos, que são pequenos cartões de estudo utilizando várias técnicas de aprendizado e memorização acelerada como por exemplo Flash Cards, Mapas Mentais, Quadros Comparativos, Anagramas, Encadeamentos etc.

Como o objetivo deste post é apenas explicar os 4 passos do Método, gostaria apenas que você soubesse que Entender a matéria não é suficiente, você precisa transformá-la em uma Ferramenta eficiente de Estudo para que consiga fazer a Retenção, ou em outras palavras, a memorização.

3-REVISÃO

Nosso cérebro necessita de revisões para que consiga realmente reter as informações que queremos memorizar.

Já parou pra pensar como conseguimos memorizar nosso Telefone celular, CPF, identidade, endereço etc.

Como memorizamos informações tão abstratas? Sequência de números aleatórias (o CPF contém 11 números) ou nomes pouco comuns.
Isso acontece porque repetimos várias vezes durante nossa vida essas informações.

Se ficarmos um bom tempo sem dizê-las, provavelmente iniciará um processo de esquecimento natural em nosso cérebro.

É isso que acontece quando ENTENDEMOS determinada matéria em sala de aula ou lendo um livro, mas após um tempo percebemos que não houve a RETENÇÃO necessária. Acontecerá de forma muito normal, o esquecimento.

Sendo assim, aquela ferramenta eficiente de estudo que eu falei anteriormente, deve ser devidamente REVISADA. 

4- EXERCÍCIOS/SIMULADOS

Após você ter não só entendido a matéria, mas também transformado em uma ferramenta de estudo, respeitando as revisões. Chegou o momento de verificar se foi suficiente.

Ninguém melhor que os exercícios de provas anteriores exercícios de provas anteriores para funcionar como uma espécie de "termômetro", para você verificar se sabe de fato ou não a matéria.

Estabeleça um número de exercícios daquele tema que você estudou. Podem ser 5, 10, 20... não importa. Isso dependerá do tamanho da matéria e da sua disponibilidade de tempo.

Eventualmente surgirá uma questão de prova que você não saberá responder ou ficará em dúvida.

Isso significa que alguma etapa anterior restou incompleta. Pode ser na fase da fonte, pode ser sua ferramenta ou mesmo ocorreram poucas revisões.

O fato é:
Não tem problema nenhum isso acontecer. 
Esses exercícios servem para isso mesmo. 
Basta acrescentar o que está faltando em seus Cartões Mágicos e fazer as revisões. 
Nos próximos exercícios ficará mais fácil.

A partir do momento que você perceber que os exercícios estão ficando fáceis e até mesmo repetitivos, é porque está chegando a hora de passar para o próximo tema.

Simples assim.

Aprende alguma coisa em alguma fonte. Transforma em uma Ferramenta eficiente de estudo. Revisa bastante. Faz Exercícios.

De vez em quando, de 15 em 15 dias, ou 1 vez na semana você pode montar um Simulado com algumas questões de tudo que você JÁ ESTUDOU.

Esses simulados te ajudarão a não perder de vista as matéria que você já concluiu, bem como para não ficar com aquela sensação que nunca mais vai ver aqueles temas de novo.

Então é isso. 
Espero que você tenha entendido algumas coisas importantes a respeito do MÉTODO.

No próximo post falaremos um pouco sobre o último pilar: o EQUILÍBRIO

Ipad

Baixe o Ebook gratuito SOSprovasOAB e aprenda como se preparar de forma fácil e eficiente para o próximo Exame de Ordem.

DESCUBRA UMA MANEIRA INOVADORA DE ESTUDAR PARA A PROVA DA OAB

Feito com
Klickpages